O que a Bíblia diz sobre uma esposa

perceber que Deus reprova o divórcio, ressaltando a última parte “Portanto, que ninguém separe o que Deus uniu.” E como está descrito em Marcos 10:11 “Quem se divorcia de sua esposa e se casa com uma outra. mulher comete adultério contra sua esposa. E a mulher que se divorcia de seu marido e se casa com O que a Bíblia diz sobre marido e mulher? “Qual é a descrição bíblica de uma boa esposa? Como ela deve relacionar com o seu esposo? Como um esposo deve tratar a esposa?” Qual é a descrição de uma boa esposa? A Bíblia diz em Provérbios 31:10-29: “Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de joias preciosas. Veja aqui: o que é fé? O que a Bíblia diz sobre fé? Uma mulher muito bonita. Sarai era muito bonita e, quando foram para o Egito, Abrão ficou com medo que os egípcios o matassem para ficar com sua esposa. Por isso fingiram que eram irmãos (Gênesis 12:11-13). O faraó gostou de Sarai e a levou para seu palácio mas Deus revelou ao faraó ... A submissão da mulher é uma resposta de amor e respeito ao amor e liderança sacrificial que lhe são dados. Paulo ressalta o princípio da “uma só carne” de Gênesis 2:24. No casamento, marido e mulher são membros um do outro. Se o marido for desonrado, a esposa é desonrada. Se o coração da esposa for ferido, o marido é ferido. A Bíblia diz que quando encontra uma esposa, acha uma coisa boa; Como fazer o sentimento durar? E como podem continuar a tornar-se cada vez mais próximos? O que é necessário para que um casamento de amor cumpra a sua promessa? Neste devocional de sete dias da YouVersion, membros colaboradores irão partilhar as suas respostas a estas perguntas e mais. Pergunta: 'O que a Bíblia diz sobre ser uma esposa cristã?' Resposta: Uma esposa cristã é uma crente em Jesus Cristo, uma mulher casada que tem suas prioridades retas. Ela escolheu a piedade como o foco de sua vida, e traz esse foco em todos os relacionamentos, inclusive o seu casamento. Pergunta: 'O que a Bíblia diz sobre ser um marido cristão?' Resposta: A Bíblia diz tanto sobre ser um marido cristão que um livro poderia ser escrito sobre o assunto. De fato, vários livros têm sido escritos sobre isso. Este artigo fornece apenas uma breve visão geral. Quem encontra uma esposa encontra algo excelente; recebeu uma bênção do Senhor. Casas e riquezas herdam-se dos pais, mas a esposa prudente vem do Senhor. Uma esposa exemplar; feliz quem a encontrar! É muito mais valiosa que os rubis. Seu marido tem plena confiança nela e nunca lhe falta coisa alguma. Ela só lhe faz o bem, e nunca o mal, todos os dias da sua vida. Escolhe a lã e o linho ... Blog Da Verdade. Desse modo vamos abordar o aspecto do casamento na Bíblia. A monogamia era claramente a intenção de Deus, Gênesis 2:22-24 – mas logo depois que Adão e Eva foram exilados do jardim, as linhas do casamento na bíblia ficaram borradas. A saber o Antigo Testamento faz referência a vários homens que tomaram mais de uma esposa, como Caim e Esaú. Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.” É muito claro na Palavra de Deus que Ele instituiu o casamento para ser entre um homem e uma mulher, e que o contrato de casamento é obrigatório enquanto ambos os parceiros estiverem vivos.

A Consumação da Obra Únicana restauração do Senhor - a Nova Jerusalém

2020.09.08 03:55 LAGOOLIVEIRA A Consumação da Obra Únicana restauração do Senhor - a Nova Jerusalém

u / LAGOOLIVEIRA1postado poru / LAGOOLIVEIRAAgora mesmo

A Consumação da Obra Únicana restauração do Senhor - a Nova Jerusalém

📷
Página 1O TRABALHO ÚNICO NA RECUPERAÇÃO DO SENHOR (Sábado - Sessão da Tarde) Mensagem Nove A Consumação da Obra Únicana restauração do Senhor - a Nova Jerusalém Leitura da Escritura: Apocalipse 3:12; 21: 2, 9-23 I. A única obra na restauração do Senhor é elaborar a Nova Jerusa-lem - o objetivo final da economia de Deus - Apoc. 21: 10-11: A. A degradação da igreja é principalmente devido ao fato de que quase todos os cristãosostrabalhadores americanos estão distraídos para tomar algo diferente de Nova Jerusalémcomo seu objetivo.B. Devemos fazer apenas uma obra, que é tornar o povo escolhido de Deus seres ema Nova Jerusalém - 3: 12.II. A Nova Jerusalém é a consumação final da construção deos crentes, que foram feitos Deus em vida, na natureza, na constituição, e em expressão, mas não na Divindade; assim, há uma relação intrínsecarelação entre os crentes tornarem-se Deus em vida e na natureza e oprodução de Nova Jerusalém - 21: 2; 3: 12: A. A Nova Jerusalém envolve Deus se tornando homem, e o homem se transformando Deus emvida e na natureza, mas não na divindade, e Deus e o homem sendo mesclados para-juntos como uma entidade - João 1: 12-14; 14:20; 15: 5a; Rev. 21: 3, 10-11.B. Em Cristo, Deus se tornou o homem para fazer o homem Deus em sua vida e em sua naturezazapara que o Deus redentor e o homem redimido podem ser mesclados, constituídos, juntos para serem uma entidade - a Nova Jerusalém - vv. 3, 22.C. A Nova Jerusalém é uma composição dos escolhidos, redimidos, regenerados de Deus, santificado, renovado, transformado, conformado e glorificado pessoas que têmfoi deificado - João 3: 6; Heb. 2:11; ROM. 12: 2; 8: 29-30: 1. Para nós, sermos deificados significa que estamos sendo constituídos com ou processado e consumando o Deus Triúno para que possamos ser feitos Deus em vida e emnatureza para sua expressão corporativa para a eternidade - Ap. 21: 11.2. A deificação dos crentes é um processo na salvação orgânica de Deus queserá consumada em Nova Jerusalém; esta é a verdade mais elevada e oevangelho mais elevado - Rom. 5:10; Rev. 3:12; 21: 10-11.D. No início da Bíblia, há o único Deus, e no final há umgrande Deus corporativo, a Nova Jerusalém, um Deus-homem corporativo - o ampliado, incorporação universal divino-humana do processado e consumadoDeus Triúno com os crentes regenerados, transformados e glorificados - Gên.1: 1; Rev. 21: 3, 22; 22: 17a.III. Hoje nossa obra para o Senhor com sua questão deve ser governada edirigido pela visão da Nova Jerusalém; o que é revelado noa descrição desta cidade única deve ser o modelo do que somos ecomo trabalhamos - 3:12; 21: 2, 9-23: 63Página 2A. A Nova Jerusalém é uma consumação da construção orgânica doCorpo de Cristo nas igrejas locais; as igrejas locais são o procedimento paraDeus realizará a edificação do Corpo de Cristo para a edificação doNova Jerusalém - 1 Coríntios. 1: 2; 12: 12-13,27; Rev. 21: 2: 1. O Corpo de Cristo precisa das igrejas locais para sua existência e funcionamento - Atos 8: 1; 13: 1.2. As igrejas locais são as muitas expressões em muitas localidades de umCorpo de Cristo - Apoc. 1: 4, 11,3. No primeiro capítulo do Apocalipse vemos as igrejas locais, mas nos últimosimodois capítulos, vemos apenas uma cidade - v. 11; 21: 2.4. O desejo do Senhor é ganhar uma Nova Jerusalém por meio do precursor doCorpo orgânico de Cristo edificado nas igrejas locais - Ef. 4:16; Rev. 21: 2.B. A Nova Jerusalém é o candelabro universal de ouro - vv. 18b, 23: 1. A Nova Jerusalém é a consumação final dos candeeiros noEscrituras - Exo. 25: 31-37; 1 Reis 7:49; Zech. 4: 2; Rev. 1:20; 21: 18b, 23,2. As igrejas como candeeiros de ouro serão consumadas em Nova Jerusalémsalem, o agregado de todos os candeeiros - 1:20; 21: 18b, 23: uma. No livro do Apocalipse, há dois grandes sinais - o sinal do ourocandeeiros e o sinal da Nova Jerusalém - 1: 1, 12, 20; 21: 2, 10-11.b. A revelação começa com os candeeiros e termina com o candelabro -1: 20; 21: 18b, 23.c. Os candeeiros são sinais das igrejas, enquanto a Nova Jerusalémé um sinal da morada eterna de Deus - vv. 2-3, 22,3. A Nova Jerusalém, uma montanha de ouro, é o candelabro universal de ourosegurando o Cordeiro como a lâmpada que resplandece Deus como a luz - vv. 18b, 23; 22: 1, 5.C. A Nova Jerusalém é a eterna Betel - Gên. 28: 10-22; Rev. 21: 3, 22: 1. O sonho de Jacó era um sonho da meta de Deus, um sonho de Betel, um sonho docasa de Deus (Gen. 28: 10-22), que é a igreja hoje (1 Tim. 3:15) eque se consumará na Nova Jerusalém como a morada eternalugar de Deus e Seus eleitos redimidos (Ap 21: 3, 22): uma. Deus teve um sonho, e esse sonho era ter a Nova Jerusalém, umcidade construída, como a consumação de Sua economia - v. 2b. Nosso sonho é nos tornar a Nova Jerusalém como a consumação deA economia de Deus - vv. 9-10,2. Cristo, sendo a escada celestial em Betel, fala-nos como Deusdeseja ter uma casa na terra localizada com Seus remidos eeleitos transformados, para que ele possa trazer o céu à terra e unir a terra paracéu, para tornar os dois um por toda a eternidade - Jo 1:51; Gênesis 28: 10-22.3. A construção de Deus, a casa de Deus, é a morada mútua de Deus e do homem; A casa de Deus é o homem, e a casa do homem é Deus - Isa. 66: 1-2; 1 Cor. 3:16; Psa.90: 1; João 15: 5a; 14: 23,4. Sem futuro da eternidade, a Nova Jerusalém estará em toda a unidadeverso como algo elevado em direção aos céus sobre o qual o anjofamília vai subir e descer para trazer o céu para a terra e unir a terra para64Página 3céu para o tráfego divino, uma comunhão divina, entre Deus e o homem -2 Cor. 13: 14.D. A Nova Jerusalém é o eterno Monte Sião, o Santo dos Santos, o lugaronde Deus está - Apoc. 14: 1-5; 21: 1-3, 16; Heb. 12h22: 1. Na era da igreja, os homens-Deus que foram aperfeiçoados e amadurecidos sãoSião, os vencedores - Rev. 14: 1: uma. A igreja é a Jerusalém celestial, e os vencedores de são Sião comoo pico alto e o destaque - Heb. 12:22; Rev. 14: 1.b. Os vencedores são para a edificação do Corpo de Cristo para consumiracasalar a Nova Jerusalém - Rom. 12: 4-5; Eph. 4:16; Rev. 3: 12.2. No novo céu e nova terra, toda a Nova Jerusalém se tornaráSião; a Nova Jerusalém, a eterna Sião, será o Santo dos Santos, olugar onde Deus está - 21: 1-3, 16, 22.E. A Nova Jerusalém é a Sulamita real e consumada - uma corporaçãoSulamita, incluindo todo o povo escolhido e redimido de Deus - SS 6:13; Rev.21: 2, 9-10; 22: 17: 1. A maravilhosa Sulamita, a duplicação de Salomão, é a maior efigura final de Nova Jerusalém - SS 6:13; Rev. 21: 2.2. Como contrapartida de Salomão, a Sulamita se tornou a mesma que Salomão emvida, natureza e imagem, como Eva era para Adão - Gên. 2: 20-23: uma. Isso significa que o amante de Cristo se torna o mesmo que em vida, natureza e imagem para combinar com Ele em seu casamento - 2Co 3:18; ROM 8: 29; Rev. 19: 7; 21: 2.b. Os muitos amantes de Cristo eventualmente se tornarão duplicações de Deus emvida e na natureza, mas não na divindade; este é o cumprimento de Deustornar-se homem para que o homem se torne Deus, que é o ponto alto daa revelação divina.IV. “O Deus Triúno processado e consumado, de acordo com o bemprazer de Seu desejo e pela intenção mais elevada em Sua economia, é construir a Si mesmo em Seu povo escolhido e Seu povo escolhido emEle mesmo, para que tenha uma constituição em Cristo como uma mistura de divindadecom a humanidade de ser Seu organismo e Corpo de Cristo, como Seuexpressão eterna e a morada mútua para o Deus redentor e ohomem redimido. Uma consumação final desta estrutura milagrosade tesouro será a Nova Jerusalém para a eternidade ”- inscrever-se emTumba de Witness Lee.Trechos do Ministério: DEIFICAÇÃO - TORNANDO-SE DEUSNA VIDA E NA NATUREZA, MAS NÃO NA TRINDADEIsso nos leva à questão da deificação - a intenção de Deus de tornar os crentes Deus emvida e na natureza, mas não na divindade. Atanásio referiu-se à deificação quando noConselho de Nicea em A. D. 325, ele disse: "Ele [Cristo] foi feito homem para que pudéssemos ser feitos Deus." Embora o termodeificação seja familiar a muitos teólogos e professores cristãos, durantenos últimos dezesseis séculos, apenas um pequeno número ousou usar sobre a deificaçãodos crentes em Cristo.65Página 4Não fui influenciado por nenhum ensino sobre deificação, mas aprendi com meuestudo da Bíblia que Deus pretende tornar os crentes Deus na vida e na natureza, mas nãona Divindade. Por exemplo, 1 João 3: 2 diz: “Amados, agora somos filhos de Deus eainda não foi manifestado o que seremos. Sabemos que se Ele se manifestar, seremoscomo Ele porque nós O veremos assim como Ele é. ”Este versículo revelador claramente que seremos comoDeus.Deus nos torna semelhantes a Ele ao transmitir Sua vida e natureza a nós. 2 Pedro 1: 4 dizque nos tornamos "participantes da natureza divina". João 1: 12-13 diz que nascemos, regenerado, por Deus com Sua vida. Como filhos de Deus, somos "deuses bebês", tendo a vida de Deus enatureza, mas não Sua Divindade. A Divindade é única; Ele é o único que deveria estar trabalhandoenviado.Nós nascemos de Deus e hoje, tendo a vida e a natureza de Deus, somos parcialmente comoEle. Um dia, quando Ele vier, seremos total e inteiramente como Ele.Foi maravilhoso para Davi ser um homem segundo o coração de Deus, mas não foi o suficiente.Deus quer aqueles que podem dizer: “Não sou apenas uma pessoa segundo o coração de Deus. Eu sou deus emvida e na natureza, mas não em Sua Divindade. ”Por um lado, o Novo Testamento revela quea Divindade é única e que somente Deus, o único que possui uma Divindade, deve ser adorado.Por outro lado, o Novo Testamento revela que nós, os crentes em Cristo, temosvida e natureza e que estamos nos tornando Deus em vida e na natureza, mas nunca teremos SuaDivindade. ( Foi maravilhoso para Davi ser um homem segundo o coração de Deus, mas não foi o suficiente.Deus quer aqueles que podem dizer: “Não sou apenas uma pessoa segundo o coração de Deus. Eu sou deus emvida e na natureza, mas não em Sua Divindade. ”Por um lado, o Novo Testamento revela quea Divindade é única e que somente Deus, o único que possui uma Divindade, deve ser adorado.Por outro lado, o Novo Testamento revela que nós, os crentes em Cristo, temosvida e natureza e que estamos nos tornando Deus em vida e na natureza, mas nunca teremos SuaDivindade. ( Foi maravilhoso para Davi ser um homem segundo o coração de Deus, mas não foi o suficiente.Deus quer aqueles que podem dizer: “Não sou apenas uma pessoa segundo o coração de Deus. Eu sou deus emvida e na natureza, mas não em Sua Divindade. ”Por um lado, o Novo Testamento revela quea Divindade é única e que somente Deus, o único que possui uma Divindade, deve ser adorado.Por outro lado, o Novo Testamento revela que nós, os crentes em Cristo, temosvida e natureza e que estamos nos tornando Deus em vida e na natureza, mas nunca teremos SuaDivindade. ( deve ser adorado.Por outro lado, o Novo Testamento revela que nós, os crentes em Cristo, temosvida e natureza e que estamos nos tornando Deus em vida e na natureza, mas nunca teremos SuaDivindade. ( deve ser adorado.Por outro lado, o Novo Testamento revela que nós, os crentes em Cristo, temosvida e natureza e que estamos nos tornando Deus em vida e na natureza, mas nunca teremos SuaDivindade. (Estudo-vida de 1 e 2 Samuel, pp. 166-167) A NOVA JERUSALÉM - UMA COMPOSIÇÃO DE DIVINDADE E HUMANIDADEMISTURADO E MISTURADO JUNTOS COMO UMA ENTIDADEA conclusão da revelação divina na Bíblia é um edifício, a Nova Jerusalém.Este edifício é uma fusão e mesclagem da divindade com a humanidade. Isso é provado pelodescrição da Nova Jerusalém em Apocalipse 21. O versículo 3 refer-se à Nova Jerusalém como “O tabernáculo de Deus” e o versículo 22 diz: “Não vi templo nele, pois o Senhor Deus, o Todo-Poderosoe o Cordeiro é o seu templo. ”A Nova Jerusalém como tabernáculo de Deus é para Deus habitarem, e Deus e o Cordeiro como o templo são para os santos redimidos habitarem. Isso indicaque a Nova Jerusalém será uma morada mútua para Deus e o homem. Além disso, esteedifício é uma composição de seres humanos. Os portões são pérolas inscritas com os nomes deas doze tribos dos filhos de Israel (v. 12), e nas doze fundações estão como dozenomes dos doze apóstolos do Cordeiro (v. 14). Isso indica claramente que a Nova Jerusalémé uma composição do Deus Triúno, que é a essência, centro e universalidade, e Deuspessoas redimidas.A Nova Jerusalém é uma composição da divindade e humanidade mescladas e mescladasjuntos como uma entidade. Todos os componentes têm a mesma vida, natureza e constituição eportanto, são uma pessoa corporativa. É uma questão de Deus se tornar o homem e o homem se tornar Deus emvida e na natureza, mas não na divindade. Esses dois, Deus e homem, homem e Deus, são construídosjuntos sendo misturados e mesclados. Esta é uma conclusão, uma consumação, do edifício de Deus. Todos nós precisamos ter essa visão. ( A Nova Jerusalém é uma composição de divindade e humanidade mescladas e mescladasjuntos como uma entidade. Todos os componentes têm a mesma vida, natureza e constituição eportanto, são uma pessoa corporativa. É uma questão de Deus se tornar o homem e o homem se tornar Deus emvida e na natureza, mas não na divindade. Esses dois, Deus e homem, homem e Deus, são construídosjuntos sendo misturados e mesclados. Esta é uma conclusão, uma consumação, do edifício de Deus. Todos nós precisamos ter essa visão. ( A Nova Jerusalém é uma composição de divindade e humanidade mescladas e mescladasjuntos como uma entidade. Todos os componentes têm a mesma vida, natureza e constituição eportanto, são uma pessoa corporativa. É uma questão de Deus se tornar o homem e o homem se tornar Deus emvida e na natureza, mas não na divindade. Esses dois, Deus e homem, homem e Deus, são construídosjuntos sendo misturados e mesclados. Esta é uma conclusão, uma consumação, do edifício de Deus. Todos nós precisamos ter essa visão. ( do edifício de Deus. Todos nós precisamos ter essa visão. ( do edifício de Deus. Todos nós precisamos ter essa visão. (Estudo-vida de 1 e 2 Samuel, pp. 198-199) O diamante na caixa Se lermos a Bíblia sem prestar atenção a este ponto crucial, então, de uma forma muito realsentido, a Bíblia é para nós um livro vazio. Isso significa que embora a Bíblia seja real em si mesma, emnosso entendimento dela é a Bíblia vazia. Como ilustração, vamos supor que um certoA caixa, bastante atraente, contém um grande diamante. Uma criança pode estar interessada na caixamas não no diamante. Um adulto, no entanto, focaria sua atenção no diamante contidona caixa. Hoje, muitos cristãos estão preocupados com a Bíblia como a "caixa", mas eles não viram e66 Página 5não apreciam o “diamante” que é o conteúdo desta caixa, e podem até condenaraqueles que têm uma apreciação adequada do "diamante" na "caixa". O “diamante” no “Caixa” da Bíblia é a revelação de que em Cristo Deus fez o homem para que o homempode se tornasse Deus em vida e na natureza, mas não na Divindade.A grande maioria dos cristãos de hoje negligencia o ponto crucial na Bíblia que emCristo Deus tornou-se homem para fazer do homem Deus na vida e na natureza, mas não naGodhead e que Deus deseja se mesclar com o homem para ser uma entidade. Alguns não sónegligencie isso; eles acusam falsamente como heréticos que o ensinam. Hoje muitos acreditam em umaspecto deste ponto crucial - que Deus se tornou um homem chamado Jesus - mas eles não acreditamo outro aspecto - que o homem está se tornando Deus em vida e na natureza,Estudo-vida de 1 e 2 Samuel, p. 204) A LUZ EA LÂMPADAA cidade que não tem necessidade do sol nem da lua Apocalipse 21:23 diz: “A cidade não precisa do sol nem da lua parabrilhe nele, pois a glória de Deus o iluminou, e sua lâmpada é o Cordeiro” . No milênio oa luz do sol e da lua será intensificada (Is 30:26). Mas na Nova Jerusalémno novo céu e nova terra, não haverá necessidade do sol nem da lua. O único a lua estará no novo céu e nova terra, mas não estará disponível noNova Jerusalém; pois ali Deus, a luz divina, brilhará com muito mais intensidade. Não Havendo NoiteNa Nova Jerusalém não haverá noite, pois “não haverá mais noite” (Ap 22: 5a). “Não haverá noite” (21: 25b). No novo céu e nova terra, ainda haverá odistinção entre dia e noite, mas na Nova Jerusalém não haverá tal distinçãoção. Fora da cidade haverá noite, mas dentro da cidade não haverá noite porque oa cidade terá uma luz eterna e divina, o próprio Deus. A Glória de Deus iluminando a cidade como a luz da vida divina, e o Cordeiro sendo a lâmpada que irradia a luz divinapela Cidade Transparente como a GlóriaApocalipse 21:11 e 23 nos dizem que a Nova Jerusalém tem a glória de Deus e que elaa luz é como uma pedra preciosíssima, como uma pedra de jaspe, clara como o cristal. Na nova JerusalémCristo, como a lâmpada da cidade sagrada, brilhará com Deus como a luz para iluminar a cidadecom a glória de Deus, uma expressão da luz divina. “A cidade não precisa de sol nem dea lua para que nela brilhassem, pois a glória de Deus a iluminou, e sua lâmpada é aCordeiro” (v. 23). A glória de Deus, que é Deus expresso, ilumina a Nova Jerusalém.Portanto, a glória de Deus, com Deus como sua substância, essência e elemento, é a luz doNova Jerusalém que brilha no Cordeiro como sua lâmpada. A glória expressa de Deus, ou o Deusda glória expressa, é a luz brilhando em Cristo como a lâmpada através da parede de jaspe deA Nova Jerusalém como o jaspe mais precioso, que traz a aparência de Deus rica em vida (v. 11) .A aparência de Deus rico em vida acompanhada o brilho para uma expressão de Deus em Sua emanifestação final consumada.Em 21:23, vemos que Deus é a luz e Cristo é uma lâmpada. Isso indica que Deus e o Cordeiro é uma luz. Deus é o conteúdo, e o Cordeiro, Cristo, é o portador da luz, oexpressão. Isso significa que Deus, que é a luz, brilhará em Cristo como a lâmpada em toda a cidade. Esta é uma questão de dispensar divino, pois o brilho da luz divina é realmenteo dispensar de Deus Triúno processado aos crentes.67 é o portador da luz, oexpressão. Isso significa que Deus, que é a luz, brilhará em Cristo como a lâmpada em toda a cidade. Esta é uma questão de dispensar divino, pois o brilho da luz divina é realmenteo dispensar de Deus Triúno processado aos crentes.67 é o portador da luz, oexpressão. Isso significa que Deus, que é a luz, brilhará em Cristo como a lâmpada em toda a cidade. Esta é uma questão de dispensar divino, pois o brilho da luz divina é realmenteo dispensar de Deus Triúno processado aos crentes.67Página 6 Deus, a luz divina, precisa de uma lâmpada. Sem o Cordeiro sendo a lâmpada, o brilho de Deusiria nos matar. No entanto, com o Cristo redentor como lâmpada, a luz divina não matanós, mas em vez disso nos ilumina. Primeira Timóteo 6:16 diz que Deus habita em luz inacessível.Em Cristo, porém, Deus se torna acessível. Separado de Cristo, o brilho de Deus seria ummatando, mas em Cristo o brilho de Deus é uma iluminação. Porque a luz divina brilha atravéso Cordeiro, o Redentor, tornou-se amável e palpável. Através do Cordeiro como olamp A luz de Deus se torna um brilho agradável para o dispensar de Deus. ( A Conclusão doNovo Testamento, pp. 2731-2733) A ESPOSA DO CRISTO REDENTORA Nova Jerusalém não é apenas o tabernáculo de Deus, mas também a esposa dos redentoresCristo. Tanto no Antigo como no Novo Testamento, Deus compara Seu povo escolhido a uma esposa porSua satisfação no amor (Isaías 54: 6; Jeremias 3: 1; Ezequiel 16: 8; Oséias 2:19; 2 Coríntios 11: 2; Efésios 5: 31-32) .Na Nova Jerusalém como a esposa do Cristo redentor, Deus terá a mais plena satisfaçãoção no amor.Apocalipse 21: 9b e 10 dizem: “Vem esposa, eu te mostrarei a noiva, a do Cordeiro.E ele me levou em espírito para uma grande e alta montanha e me mostrou a cidade sagrada, Jerusalém, descendo do céu da parte de Deus. ”Pensar que uma noiva é principalmente para o casamento, a esposa é para o resto da vida. A Nova Jerusalém será uma noiva no milênio paramil anos como um dia (2 Pedro 3: 8) e então a esposa no novo céu e nova terrapara a eternidade. A noiva no milênio incluirá apenas os santos vencedores, mas a esposano novo céu e nova terra incluirá todos os filhos redimidos e regenerados de Deus (Rev. 21: 7) .A Nova Jerusalém será uma com o Cristo redentor, como Eva se tornado uma comAdão. Eva foi construída a partir de uma costela que foi tirada do lado de Adão, e então ela foi trazida volta a ele para ser uma carne com ele - ser um com ele na natureza e na vida (Gênesis 2: 21-24; Ef. 5: 25-27, 29-32). O princípio é o mesmo com a Nova Jerusalém como a esposa doredimindo Cristo. Ela será uma com o seu Redentor na natureza e na vida. Mais uma vez vemosque a Nova Jerusalém não pode ser uma cidade material, pois uma cidade física não pode ser uma comCristo na natureza e na vida. A Nova Jerusalém não terá apenas o elemento divino adicionado a ele e a natureza santa de Deus trabalhada nele,Ter a Igreja como miniatura A Nova Jerusalém como esposa do Cristo redentor tem uma igreja como sua miniatura.Isso é revelado pela palavra de Paulo em Efésios 5: 22-32, onde ele fala da igreja como ocontraparte de Cristo. A igreja é na verdade uma parte de Cristo, pois a igreja vem deCristo é para Cristo, assim como Eva saiu de Adão e foi para Adão.Em Efésios 5:32, Paulo diz: “Grande é o mistério, mas falo a respeito de Cristoe a igreja. ”O fato de que Cristo e a igreja são um só espírito (1 Cor. 6:17), conforme tipificadopelo fato de o marido e a esposa serem uma só carne, é o grande mistério. Certamente é um grande mistérioque a igreja como a contraparte de Cristo vem de Cristo, tem a mesma vida e natureza queCristo, e é um com Cristo. Tendo sido a Noiva de Cristo no MilênioNo novo céu e nova terra, Cristo terá uma esposa, mas no milênio Ele teráter uma noiva (Ap. 19: 7-8; 21: 2), consistindo nos crentes vencedores. Em sua voltaCristo se casará com os vencedores. Esse casamento é descrito em Apocalipse 19: 7-9.68 Página 7 Apocalipse 19: 7 diz: “Alegremo-nos e exultemos, e demos glória a Ele, peloo casamento do Cordeiro chegou, e Sua esposa se aprontou. ”O casamento doCordeiro é o resultado da conclusão da economia neotestamentária de Deus. Economia de Deus emo Novo Testamento é obter para Cristo uma noiva, uma igreja, por meio de Sua redenção evida divina. Pela operação contínua do Espírito Santo ao longo de todos os séculos, esse objetivoserá concluído no final desta idade. Em seguida, uma noiva, que consistirá na superaçãocrentes, prontos prontos.As palavras Sua esposaem Apocalipse 19: 7 especial-se à igreja (Ef 5: 24-25, 31-32), a noivade Cristo (João 3:29). No entanto, de acordo com Apocalipse 19: 8 e 9, a esposa, a noiva de Cristo, consiste apenas nos crentes vencedores durante o milênio, enquanto a noiva, a esposa, em Apocalipse 21: 2 é composta por todos os santos salvos após o milênio para semprenidade.Apocalipse 19: 7b nos diz que a esposa “se aprontou”. A prontidão donoiva depende tanto da maturidade dos vencedores em vida quanto de serem construídos juntos comouma entidade corporativa. Portanto, osedores não são apenas maduros em vida, mas também construídosjuntos como uma noiva.Apocalipse 19: 8 diz: “Foi-lhe permitido que se vestisse de linho fino, resplandecentee puro; porque o linho fino são as justiças dos santos ”. Aqui puro se refere aonatureza ebrilhante , para a expressão. Como virtudes, ou atos justos, não se refere aa justiça (que é Cristo) que Recebemos para nossa salvação, uma justiça que é objetivo e que nos qualifica para atender às exigências de Deus justo. As justiçasdos crentes vencedores em Apocalipse 19: 8 são subjetivos para que possam encontrar oexigência da vitória de Cristo. O linho fino, portanto, indica nossa superaçãovida. Na verdade, é o Cristo que vivemos de nosso ser. Constituído por todos os santos aperfeiçoadosEm última análise, no novo céu e nova terra, a Nova Jerusalém como a esposa do Cristo redentor será constituída de todos os santos perfeitos. Depois do milênio tudoos santos foi aperfeiçoados e constituídos juntos para ser a entidade maravilhosa daNova Jerusalém.A consumação da igreja como a contraparte de Cristo será a Nova Jerusalémno novo céu e nova terra para a eternidade. Apocalipse 21: 2 diz: “Eu vi a cidade santa, NovaJerusalém, descendo do céu de Deus, preparada como uma noiva adornada para seu maridobanda.” A Nova Jerusalém é uma composição viva de todos os santos redimidos e aperfeiçoados porDeus por todas as gerações . Esta é uma noiva, uma esposa de Cristo como Sua contraparte. Comoa esposa de Cristo, a Nova Jerusalém sai de Cristo e se torna Sua contraparte. Elaé preparado pela participação nas riquezas da vida e natureza de Cristo.Apocalipse 22:17 indica que Cristo e a Nova Jerusalém como Sua esposa serão umcasal universal para a eternidade. O Espírito, que é a totalidade do Deus Triúno processado, torna-se um com os crentes, que agora estão totalmente maduros para serem celebrados a noiva. Portanto, um consomatório do Deus Triúno processado e a consumação dos escolhidos, redimidos de Deus, como pessoas regeneradas e transformadas serão uma e serão um casal universal expressando o Deus Triúno para a eternidade. ( a consomatório do Deus Triúno processado e a consumação dos escolhidos, redimidos de Deus, como pessoas regeneradas e transformadas serão uma e serão um casal universal expressando oDeus Triúno para a eternidade. ( a consomatório do Deus Triúno processado e a consumação dos escolhidos, redimidos de Deus, como pessoas regeneradas e transformadas serão uma e serão um casal universal expressando oDeus Triúno para a eternidade. (A Conclusão do Novo Testamento, pp. 2700-2703) 69📷
Texto original
O TRABALHO ÚNICO NA RECUPERAÇÃO DO SENHORugerir uma tradução melhor
submitted by LAGOOLIVEIRA to u/LAGOOLIVEIRA [link] [comments]


2020.08.25 15:35 Fernando1dois3 Graças a Deus ninguém próximo de mim morreu de COVID-19, se não eu ser obrigado a efetivamente odiar esse cara que chamou de "bundão" quem morreu.

115 mil ‘bundões’? Bolsonaro: ‘tem de enfrentar o vírus como homem’ e ‘bundão’ tem mais chance de morrer https://politica.estadao.com.bnoticias/geral,115-mil-bundoes,70003411524
Tardou, mas não falhou. O Jairzinho Paz e Amor jogou a toalha e, no domingo, emblematicamente à entrada da Catedral de Brasília, foi o que ele nunca deixou e nunca deixará de ser: Jair Messias Bolsonaro, sempre no ataque, beligerante, grosseiro, despejando sua ira nos repórteres que deixam famílias e amores em casa e enfrentam a covid-19 para cobrir as atividades do presidente-candidato até aos domingos. E ele não deixou barato. Ontem, voltou à carga.
Um repórter fez uma pergunta não só válida, mas obrigatória, e Bolsonaro reagiu à la Bolsonaro: “Vontade de encher a tua boca de porrada”. Pior para ele. A pergunta viralizou, replicada em mais de um milhão de posts em português e outras línguas – “Presidente, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil do Fabrício Queiroz?”. De boca calada, Bolsonaro some das manchetes e sua popularidade sobe. Quando fala, volta às manchetes, choca o País e passa vergonha no mundo.
Apoiadores registraram o golpe e, na tentativa de se contrapor ao tsunami da internet, editaram o vídeo, sem a pergunta do repórter e deturpando a fala de um feirante. Ele convidava Bolsonaro para visitar “a feirinha na catedral”, mas a legenda diz que é para visitar “a filha na cadeia”. Daí a reação do presidente. Feirante, filha, feira, cadeia... Uma lambança. Mas há quem acredite!
Bolsonaro continuou sem explicar os depósitos e não cogitou pedir desculpas ao jornalista, mas poderia ao menos ficar calado. Até ficaria, não fosse Bolsonaro. E, assim, um evento ontem no Planalto virou um festival de vexames. Começa pelo nome: “Vencendo a covid-19”. Vencendo o quê? Com mais de 115 mil mortos e 3,5 milhões contaminados, o Brasil é o segundo País mais atingido pela pandemia no mundo e virou referência de erros, descaso e falta de coordenação federal. Até o “amigão” Donald Trump já disse isso mais de uma vez.
Segundo: como fazer um evento sobre a pandemia sem dar uma palavra sobre os muitos milhares de mortos? Sem conforto para as famílias e amigos? Sem solidariedade aos que pegaram o vírus, muitos com sequelas graves? A quem o presidente pensa que está enganando ao esconder a realidade? Aliás, ele continua enganando e se enganando quando diz que “sempre foi um atleta das Forças Armadas”. “Sempre”? Como assim? Ele foi do Exército há bem mais de 30 anos e saiu pela porta dos fundos, depois de alucinações com bombas em quartéis.
Numa cerimônia de derrotados para comemorar uma vitória imaginária, não poderia faltar cloroquina. Catados a dedo, compareceram bolsonaristas dispostos a corroborar o constrangedor “Vencendo a covid-19”, badalar um medicamento que não tem comprovação contra esse vírus em lugar nenhum do mundo e dizer amém a qualquer outra barbaridade do presidente.
No triste espetáculo, Bolsonaro se vangloriou do “histórico de atleta” e de ter tido uma forma amena da covid-19, para provocar os jornalistas: “Quando pega num bundão de vocês, a chance de sobreviver é bem menor”. Assim, ele atacou não só os jornalistas, a quem quer “encher de porrada”, mas os 115 mil que morreram e os que pegaram a forma mais grave – os fracotes, “bundões”. Como já ensinou Bolsonaro, “tem de enfrentar o vírus como homem, não como moleque”. Ou seja, cara a cara, sem isolamento, aglomerado, sem máscara, sem álcool em gel. Tudo frescura.
A ameaça de “dar porrada” foi diante da Catedral de Brasília e o título do vídeo deturpado, sem a pergunta do repórter sobre o “Queiroz”, é um versículo da Bíblia: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Nada mais apropriado ao momento que vive o Brasil. A verdade está aí, escancarada, à vista de todos. Pena que milhões se recusam a admiti-la e a se libertar.
submitted by Fernando1dois3 to brasil [link] [comments]


2019.09.13 21:32 oppadoesntlikeyou [Discussão] Porque a Homossexualidade de hoje não é a mesma a qual a Bíblia se refere.

Warning: Long Post Ahead.
TLDR no final para os naoli & nemlerey.
Todo mundo conhece esta passagem da Bíblia: "Não te deitarás com um homem, como se fosse mulher: isso é abominação."
Este versículo é hoje utilizado por vários religiosos para descriminar homossexuais e tratar esse comportamento como algo abominável, anormal e alguns até alegam que deve ser combatido.
Hoje eu estou aprendendo coreano, (sempre curti a cultura asiática por algum motivo desconhecido, já que não tenho raízes nenhuma com esse povo e sua etnia. (Sou do Nordeste, a nível de curiosidade, mais especificamente Ceará).
Estava lendo coisas sobre História, que é um tema que muito me agrada, e acabei lendo um pouco sobre História da Coréia (Joseon) e acabei encontrando algumas coisas bem curiosas.
Umas dessas coisas que me chamou atenção foi o fato de na era Joseon (período entre 1300 ~ 1910) havia registros de homens prostitutos (?) /maleprostitutes em inglês. Homens que faziam serviços para outros homens em casas específicas.
Considerando que homens prostitutos era algo presente em outras culturas também, sobretudo na zona do oriente médio onde se teve grandes civilizações, não é difícil imaginar que na época que a bíblia foi escrita (a mais de 5 mil anos) também houvesse casos de homens se deitando com outros homens.
"Tá, mas se homem se deita com outro homem sendo prostituto ou não é viado do mesmo jeito!"
Vamos entender a razão do porque um homem daquela época se deitaria com outro homem.
O casamento era um 'negócio', feito a partir de um contrato que unia moças e rapazes numa aliança comunal. Esse negócio era pago pela família da noiva, como ovelhas, terras e bens, como dotes para que o casal prosperasse e fosse uma família de bem tradicional.
Mas se homem deita com mulheres prostitutas ele não está querendo casar. Está querendo farra. Vagabundear por aí sendo feliz. Comportamento completamente aceitável, não é? Não pela Bíblia:
"Então, meu filho, por que você se deixaria extasiar por uma mulher devassa? Ou abraçaria o seio de uma mulher imoral? Os caminhos do homem estão diante dos olhos de Jeová; Ele examina todas as suas veredas."
Mas homem não casa com outro homem. Porque ele casaria? Ele não teria direito a dote nenhum. Natica de ovelha, gado, gato, cachorro, galinha. Nada. Nem um torrãozinho de açúcar seria lhe oferecido.
Se homem SE deita com outro homem, e não existe dote para o casamento, o que ele está querendo então? Ora, não é óbvio? Está querendo farra. Vagabundear por aí sendo feliz. Isso é sodomia.
Até aqui, em essência, parece tudo igual aos tempos de hoje, não é?
Não.
Pois entre o tempo em que a bíblia foi escrita e o século que vivemos, aconteceu 1 coisa incrível na humanidade.
Os movimentos literários.
Um deles foi o chamado Trovadorismo. Onde bardos escreviam e cantavam canções e cantigas para suas amadas impossíveis. Impossíveis porque elas tinham um negócio a fazer. Um casamento com algum senhor que mal conheciam. As amadas não ficavam imunes, por ora rezando que o seu poeta pobre fosse embaixo da sua sacada lhe dar um boa noite antes que ela tivesse que se mudar para terras distantes. Histórias de amor não correspondido, tragédias envolvendo mortes do amado/da amada entraram na memória popular.
E a partir deles, diversos movimentos literários se seguiram e por mais que a Arte seja desmerecida atualmente por uma parte da sociedade, foram as artes que mudaram o curso da humanidade para sempre, pois com histórias como Tristão e Isolda e Romeu e Julieta e muitas outras, criou-se um sentimento novo no povo. Principalmente no povo humilde que não havia terras, gado ou açúcar para oferecer para ganhar a mão de sua amada.
Era o amor.
Ah, o amor. O amor "Que se mesmo pudesse falar a língua dos anjos e dos santos, sem amor, nada seria."
Amor que por muitos séculos, elitistas e nobres menosprezavam com força maior do que um touro. Que a própria Igreja Católica dizia não ser reconhecido por Deus, pois para casar, tem que dar dote! Não amor. Amor não paga contas. Não paga os vassalos. Amor é para os pobre que dependem do estado!
Inclusive, a Igreja só autorizou celebrar casamentos por amor a partir do século XVII. E só foi banir casamentos por 'contrato' um século mais tarde.
Esses séculos do meio que vieram entre a bíblia e o nosso, fez com que as relações amorosas heterossexuais fossem diferentes. Completamente Diferentes.
E se as relações heterossexuais não são as mesmas da bíblia de 5 mil anos atrás, as homossexuais muito menos, já que o relacionamento entre homens passou a incorporar os mesmo ideias de amor de uma relação heterossexual.
Então, da próxima vez que alguem chegar e disser que "Homem não pode ser viado, tá na Bíblia!"
Diga que "Não se pode trazer os textos da bíblia de 5000 anos atrás e colocá-los como pertinentes hoje em dia porque são contextos diferentes." (Dificilmente, alguém irá discordar disso.) Mas se continuarem insistindo, diga que "Ta na Bíblia que você também não pode sair fornicando por ai com outras mulheres se não a sua esposa!"
Não fará efeito algum.
Mas um dia, talvez, numa conversa de bar que você e seus amigos estejam muito bêbado e afim de filosofar, você pode dizer que se grande parte da sociedades hoje em dia não se casa mais por torrões de açúcar ou sacos de sal, não tem porque achar que dois homens se relacionando hoje, principalmente como namorados, é a mesma coisa de 5000 anos atrás.
O ato de se deitar é o mesmo. A razão é diferente. E essa razão faz toda a diferença do mundo.
TL/DR1: A bíblia diz que homens não deve se deitar com outros homens para prevenir que homens procurem por homens prostitutos, já que se relacionar com homens não traria beneficio algum. Homem com homem não dá dote no casamento. E o casamento era negócio que homens usavam para ficar ricos e poderosos.
TL/DR2: Os movimentos artísticos, principalmente os literários, mudaram a percepção geral das relações entre homem e mulher. O amor passou a fazer parte da vida da sociedade, quebrando regras e tradições, permitindo que casamentos por amor pudessem ser realizados. As relações homossexuais de hoje também espelham a mesma percepção de afeição. Então as relações homossexuais não são as mesmas tratadas na bíblia porque homem que se deitava com homem naquela época o fazia porque era sodomita e não porque nutriam sentimentos um pelo outro.
Agora pode voltar a sua cervejinha nesta sexta-feira 13.
Esse foi o meu primeiro post neste subreddit. Um texto imenso desse, podem dar downvote a vontade, =).
submitted by oppadoesntlikeyou to brasil [link] [comments]


2018.10.08 20:15 Paralelo30 Bolsonaro é onipresente em igreja de esposa e culto de 'cabra-machos' - 07/10/2018

Anna Virginia Balloussier
Há algo de profético no nome do congresso, Homens Vencedores, campeões como assim o seria o candidato à Presidência que a maioria absoluta dali apoia, aposta o diácono Márcio Lapedo, 51.
Desnecessário perguntar qual. O nome de Jair Bolsonaro (PSL) está na camisa de Márcio, que lidera uma igreja em Duque de Caxias (RJ), e na de muitos outros fiéis que lotam a sede da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, sob comando do pastor Silas Malafaia, no sábado (6), véspera do dia de ir às urnas.
Exclua a repórter e a moça que vendia camisetas da igreja, ali estão "5.000 homens cabra-macho, macho-homem, porque tem macho e fêmea, o resto é arranjo", como diz Malafaia no púlpito, uma das várias tiradas que fazem dele um pária das causas progressistas.
Pesquisas Datafolha apontam que metade dos evangélicos optariam por Bolsonaro neste pleito, considerando só os votos válidos. Em quatro igrejas que a Folha visitou no Rio, camisas com o rosto do candidato eram o segundo item mais popular, depois da Bíblia.
"Meu partido é o Brasil", diz no púlpito, neste domingo (7) de eleição, o pastor Josué Valandro Jr. Palavras associadas à campanha bolsonarista e que também estampam camisetas verde-amarelas de fiéis, com borrões vermelhos para simular a facada que o capitão reformado levou.
Josué lidera a Batista Atitude, igreja de Michelle Bolsonaro, e não para por aí suas deferências ao marido da seguidora.
"Que hoje seja eleito um patriota, seja eleito gente honesta, que ama a nação, a família, o povo. Que hoje uma página seja virada no Brasil. [...] Que as profecias feitas sobre o Brasil venham a ser cumpridas”, afirma o pastor, que já recebeu Bolsonaro na Atitude —a lei eleitoral proíbe que candidatos façam campanha em “bens públicos de uso do povo”, e as igrejas se enquadram nessa categoria, assim como estádios e cinemas, por exemplo.
"Você não é do PT, é?”, questiona Luiz Cláudio Almeida, 53, fiel que, ao saber que a única mulher no salão da Assembleia de Malafaia era na verdade jornalista, se desculpa. “É que petista não gosta da gente. Fizeram aquela manifestação fascista.”
A Folha pergunta por que ele classifica assim o ato de mulheres que pedia o fim do fascismo por elas atribuído a Bolsonaro. Luiz diz que havia no meio um cartaz pedindo morte aos cristãos, “vi no Facebook” —uma das várias imagens, muitas delas fake, sobre a manifestação que encharcaram as redes sociais de evangélicos, como fotos de ativistas seminuas e beijos gays.
Deputado reeleito com a bênção (e a reboque da popularidade virtual) de Malafaia, Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) não tem dúvida: “O #EleNão acabou ajudando pra caramba”. Artistas que endossaram o protesto “são muito destoadas da dona de casa, do verdadeiro reflexo da mulher brasileira”, afirma.
"A declaração sobre a filha, mesmo em tom de brincadeira, não foi recheada de felicidade”, diz sobre a palestra no clube Hebraica em que Bolsonaro culpou uma “fraquejada” pela única filha mulher que teve, depois de quatro rapazes. Mas dos males o menor.
Um complemento ao raciocínio de Luiz Cláudio. Minutos antes, o fiel contava que as mulheres que conhece no Irajá, periferia carioca, “estão mais preocupadas se os filhos são ameaçados pela ideologia do gênero”, se o Joãozinho vai virar Mariazinha “na marra”.
Sóstenes, que é membro da bancada evangélica na Câmara, conta que participa de “mais de 500 grupos de direita” no WhatsApp, e é deles que tira esta certeza: o PT está de parabéns, pois “conseguiu um feito que nem Jesus conseguiu, unir todos os evangélicos”.
Isso por ter dado destaque, sobretudo no governo Dilma, a questões de gênero. E, se em algum momento sonhou com o voto evangélico, o partido fez uma grande lambança ao escolher justo Fernando Haddad como seu presidenciável, segundo Malafaia.
"Haddad foi o autor do ‘kit gay’, e aí nós deitamos e rolamos, jantamos o Haddad no mundo evangélico.” Refere-se ao pacote encomendado em 2011 pelo Ministério da Educação, então sob guarda do petista, para orientar professores a combater a homofobia em sala de aula.
Malafaia lembra que no passado foi “Lula lá”, e, veja só, “reincidente”. Já televangelista famoso, em 1989 apoiou Leonel Brizola e, no segundo turno, o PT, enquanto colegas como Edir Macedo foram de Fernando Collor.
Em 2002, conta, apareceu no horário eleitoral do petista: ele rodeado de pastores numa churrascaria da Tijuca (zona norte do Rio). Mas o partido decepcionou pela corrupção e por forçar temas morais, diz. Não pegou bem com a “família brasileira”.
E, se Bolsonaro cresceu, pode mandar um cartão de “obrigado” à imprensa, diz. Ela deu “um atestado de imbecilidade ao povo brasileiro” ao pegar pesado com ele, afirma Malafaia —que prega “na morada de Deus, sua igreja. Ironiza: estamos no “Minha Casa, Minha Vida”, e é melhor aquele que crê ocupar logo, ou já sabe: “Habitai, ou o MST toma”.
O pastor acusa a mídia de agir como ativista. Faltaria a ela entender que o “monopólio da informação” já era, “e eles não estão entendendo isso”. Aponta para celulares dos fiéis. Reproduziria no dia seguinte, em seu Twitter, desconfianças de fraude eleitoral e, consolidado o primeiro lugar de Bolsonaro, escreveria: “As redes sociais derrotaram a imprensa parcial. kkkkkkkkk muito”.
Para o pastor Josué, o militar reformado chegou onde chegou porque "uma esquerda desrespeitosa” decidiu “nos tratar como se fossemos ignorantes que aceitam o que fazem com pessoas de bem".
Esqueceu, diz à Folha, "que a igreja tira muito mais gente do tráfico do que o governo” e chega em rincões que nada lembram as bolhas progressistas da zona sul carioca. "Meu Brasil é muito maior do que a bandeira vermelha. Em manifestações de esquerda eles não cantam o Hino Nacional."
As apologias ao regime militar que salpicam a oratória bolsonarista, como homenagens ao coronel Brilhante Ustra, chefe da repressão, não o assustam. "Ninguém quer a volta da ditadura. Agora, [Nicolas] Maduro é o que? E Cuba? Não terem um sabonete lá? Como a esquerda se diz mais inteligente e progressista?"
Uma fiel chega e diz que vai da igreja direto para a zona eleitoral. "Adivinha em quem vou votar?" Josué ri. "Acho que já sei."
https://www1.folha.uol.com.bpode2018/10/bolsonaro-e-onipresente-em-igreja-de-esposa-e-culto-de-cabra-machos.shtml
submitted by Paralelo30 to BrasildoB [link] [comments]


2016.11.13 14:23 Dadimel_Presentes CAMPANHA "LENDO DE CARREIRINHA O NOVO TESTAMENTO". Lendo o Novo Testamento Em Sequencia Todo Dia.

Em mais este domingo, celebramos a expansão desta campanha simples, incentivadora da leitura em sequência do Novo Testamento. Leitura que, sendo feita sob a forma de reflexão e livre das ideias preconcebidas formatadas pela religião, contribui para o conhecimento do genuíno Evangelho de Cristo, aquele onde Ele é o centro; onde a Graça é o dom imerecido de Deus para nós, onde o sacrifício de Jesus na cruz é autossuficiente e onde não há espaço pra barganhas com Deus e reconhecimento de quantidade de obras da parte dele, com o interesse final de ser melhor colocado no “hanking” celestial! Graças a Deus pela vida de tantos que através desta campanha, divulgada diariamente em 13 redes sociais diferentes, estão descobrindo na leitura simples do Novo Testamento, o Evangelho original puro, sem aditivos de dogmas e liturgias originários da imaginação de pretensos “porta-vozes oficiais da vontade de Deus na Terra”! Tenha em mente que você cristão nascido de novo, não é melhor ou inferior diante de Cristo em comparação com o seu irmão próximo; que você mesmo pode ler e entender o Novo Testamento, contando com a inspiração do Espírito Santo; e que quanto mais responsabilidade e “em evidência” desejar estar no cristianismo, mais contas terá a prestar diante de Deus. Pense nisso, e deseje ser a cada dia um cristão melhor e mais humilde, aprendendo diretamente do Novo Testamento, a mensagem original de Cristo para sua Igreja.
13/11 - REFLEXÃO DE HOJE PARA INCENTIVO NA 1ª CARTA AOS TESSALONICENSES: ”Quanto ao mais, irmãos, já os instruímos acerca de como viver a fim de agradar a Deus e, de fato, assim vocês estão procedendo. Agora lhes pedimos e exortamos no Senhor Jesus que cresçam nisso cada vez mais. Pois vocês conhecem os mandamentos que lhes demos pela autoridade do Senhor Jesus. A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o próprio corpo de maneira santa e honrosa, não com a paixão de desejo desenfreado, como os pagãos que desconhecem a Deus. Neste assunto, ninguém prejudique a seu irmão nem dele se aproveite. O Senhor castigará todas essas práticas, como já lhes dissemos e asseguramos. Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. Portanto, aquele que rejeita estas coisas não está rejeitando o homem, mas a Deus, que lhes dá o seu Espírito Santo.”(1ª Tessalonicenses 4.1-8).
A santidade de Cristo não é baseada em especulações filosóficas quanto à virtude, mas em fazer a vontade de Deus e agradá-lo. A santidade engloba cada dimensão da vida de uma pessoa, mas a sexualidade é uma área em que a necessidade de santidade recebe uma clara ênfase.
Sexo fora do casamento é sempre uma forte tentação. Mas os cristãos devem ficar longe de qualquer união sexual fora do casamento, porque isso viola a santidade de Deus e pode ter consequências para a vida toda. Pecados sexuais sempre ferem alguém; e desejos de atividades sexuais devem ser submetidos à autoridade de Cristo. Deus criou o sexo para fins de procriação e prazer no sentido de unir marido e esposa. Portanto, a experiência sexual deve ser exclusiva do casamento.
Paulo ensinou que paixões carnais não devem controlar o povo de Deus. É vontade do Senhor que você seja santo, e Ele o considera assim, caso você tenha aceitado o sacrifício de Cristo por sua vida e o reconheça como seu Salvador e Senhor. E mesmo assim, você deve continuar aprendendo e crescendo em sua estadia física aqui na Terra. E isso inclui submeter cada desejo seu à autoridade de Jesus.
Existem desejos em sua vida que não estão debaixo do controle de Cristo? Você possui a mente de Cristo. O que o Espírito Santo lhe diz agora, sobre eles? Faça uma autoanálise.
(Bíblia de Estudo Leitura Diária)

NovoTestamento #Biblia #JesusCristo #EvangelhodeCristo

submitted by Dadimel_Presentes to Cristianismo [link] [comments]


'MEU MARIDO NÃO CUMPRE COM AS OBRIGAÇÕES CONJUGAIS' DIZ ESPOSA CRISTÃ O QUE A BÍBLIA DIZ? #210 O que a bíblia diz sobre Traição no Casamento. Felipe ... Quem Foi Lilith na Bíblia? Ela Realmente Existiu? Descubra Toda Verdade Sobre Lilith Pastor interpreta Bíblia errado e traça esposa alheia O que a bíblia diz sobre o segundo casamento? O que a Bíblia diz sobre Adoção Tardia? (Ef 1.4-6) Pastor Claudio Duarte falando sobre o divorcio. O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE AS IGREJAS LIBERAIS ? - YouTube O que a bíblia diz sobre o divórcio  Na Mira da Verdade ...

O que a Bíblia diz sobre o novo casamento após o divórcio?

  1. 'MEU MARIDO NÃO CUMPRE COM AS OBRIGAÇÕES CONJUGAIS' DIZ ESPOSA CRISTÃ O QUE A BÍBLIA DIZ? #210
  2. O que a bíblia diz sobre Traição no Casamento. Felipe ...
  3. Quem Foi Lilith na Bíblia? Ela Realmente Existiu? Descubra Toda Verdade Sobre Lilith
  4. Pastor interpreta Bíblia errado e traça esposa alheia
  5. O que a bíblia diz sobre o segundo casamento?
  6. O que a Bíblia diz sobre Adoção Tardia? (Ef 1.4-6)
  7. Pastor Claudio Duarte falando sobre o divorcio.
  8. O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE AS IGREJAS LIBERAIS ? - YouTube
  9. O que a bíblia diz sobre o divórcio Na Mira da Verdade ...

O que a bíblia diz sobre traição no casamento? Como o adultério na bíblia é descrito? Essa é uma pregação sobre o mandamento 'Não adulterarás', eu falo de co... Uma casa no bairro de Vila Nova de Colares, na cidade de Serra Grande, em Vitória, virou o centro das atenções. É onde mora um pedreiro que também se diz pastor. A vizinhança desconfia. O que a Bíblia diz sobre Adoção Tardia? ... Pregamos essa mensagem em 29/04/2018. Nesse dia, estávamos (eu e minha esposa) passando por um momento de muita oração e mistura de sentimentos ... Pastor Claudio Duarte falando sobre o divorcio. ... que a pessoa tem que divorciar CLAUDIO DUARTE - Duration: 9:43. AMO VIVER Pra Cristo 321,185 views. 9:43. O ADULTÉRIO TEM PERDÃO? O QUE A ... Uma esposa cristã frustrada com seu casamento fracassado pela falta de atividades conjugais devido ao problema do marido! ... (O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE ISSO?) - Duration: 1:47:52. Curso Bíblico ... Quais as orientações da bíblia com relação ao divórcio: Quando duas pessoas se envolvem sexualmente antes do casamento, elas são consideradas casadas aos olh... Um grande problema e uma coisa que as pessoas acham normal, porém é uma lei de Deus que está sendo quebrada. Se você gostou do vídeo compartilhe, deixe seu l... O que a bíblia diz sobre o segundo casamento? ... Eu e meu esposo tivemos nosso casamento restaurado após oito anos do divórcio temos uma playlist muito legal aqui no canal e eu gostaria que ... O nome Lilith aparece na bíblia, porém não se referindo a uma pessoa, mas sim a outra coisa, como veremos a seguir. Ali em Isaías 34:14 encontramos a palavra “LYLYT” – em inglês a gente ...