Em meninas

a fazenda . Em 'A Fazenda', Biel volta a falar de Duda: 'Procuro ela em todas as meninas' Os dois se separaram depois de uma briga séria e a modelo mandou indireta para o ex A educação das meninas é valiosa tanto por si só quanto pelo fato de incentivar o desenvolvimento. A criação de incentivos para respaldar a educação de meninas — e, em particular, o ensino médio das meninas — catalisa uma gama de resultados positivos. Dados empíricos mostram que As meninas conseguiram voltar para as acomodações e alertaram a polícia. Elas foram levadas às pressas para um hospital em Matera, a cerca de 40 milhas de distância. No exame, os médicos identificaram estado de choque nas vítimas e marcas de violência nos corpos. Nos últimos dez anos, o Brasil registrou, em média, uma interrupção de gravidez por razões médicas por semana envolvendo meninas de 10 a 14 anos. Em 2020, foram ao menos 34 ocorrências ... 11/set/2020 - Explore a pasta ' Meninas' de Feer Montanheiro, seguida por 2177 pessoas no Pinterest. Veja mais ideias sobre Ponto cruz infantil, Ponto cruz menino, Ponto cruz. Meninas McAllon (ミニーニャ・マカロン, Minīnya Makaron) is a Quincy and a member of the Wandenreich's Sternritter with the designation 'P' - 'The Power'. Meninas is a tall and well-endowed girl of slender build. She is light-skinned with long wavy pink hair and short bangs that frame her forehead and green eyes. Her attire is a variation of the Sternritter's typical white uniform ... 23/set/2020 - Explore a pasta 'meninas' de Silvana Arruda, seguida por 2380 pessoas no Pinterest. Veja mais ideias sobre Meninas, Riscos para pintura, Bonecas.

r/Brasil

2008.02.15 21:22 r/Brasil

A casa dos brasileiros no Reddit. Leia as regras e participe de nossa comunidade! The Brazilian community on Reddit. Feel free to post in English or Portuguese!
[link]


2014.11.22 17:39 mrbewulf Brasil Livre

Subreddit brasileiro livre de todo tipo de censura. Fale, converse, discuta sobre o que quiser. An uncensored brazilian subreddit, speak your mind.
[link]


2020.09.29 18:00 DX3214 Inacreditavel...

https://www.reddit.com/brasil/comments/j1yeiq/médica_enviada_para_impedir_aborto_em_menina/?utm_source=share&utm_medium=web2x&context=3
submitted by DX3214 to ateismo_br [link] [comments]


2020.09.29 16:21 Vedovati_Pisos Novas tendências de exercícios invadem as academias

A Zumba inspirada em ritmos latinos como salsa, merengue, mambo e lambada promete queimar até mil calorias em uma aula. A modalidade criada pelo colombiano Beto Perez, tem um publico que não procura apenas o cuidado estético e com a saúde, mas que quer se divertir. A quantidade de praticantes só aumenta. São mais de 15 milhões de adeptos em 180 países. A Zumba se adapta e traz novidades para continuar atraindo o público no mercado.
Apesar de não substituir, é uma opção para quem não consegue se dedicar à musculação. “A maioria procura porque não tem paciência, porque não gosta, porque é parado, porque não gosta de ficar puxando ferro. Acho a musculação muito importante, mas defendo que a pessoa tem que fazer o que ela gosta”, disse a instrutora de Zumba Greici Silveira Rosa e proprietária de um estúdio feminino.
As aulas são predominadas pelos ritmos latinos internacionais. Outros estilos podem ser mesclados, como o axé, mas sem perder a essência internacional. Dentro da Zumba existem outras dez opções de aulas personalizadas que podem ser feitas com equipamentos e até dentro da água. Alguns estúdios já oferecem a modalidade especialmente para crianças e idosos.
No estúdio, a iluminação principal é apagada e são jogadas luzes coloridas para deixar o ambiente com cara de uma festa. A base é a diversão e o aluno não precisa se preocupar em dançar corretamente. O emagrecimento acaba sendo uma consequência da atividade. “Eu acredito que está no auge de público. Sempre surgem novas modalidades, mas com essa alegria e o clima de festa, só a Zumba proporciona”, disse Greice.
Para motivar as alunas de Greici, foi criado um grupo no Whatsapp, em que as mulheres compartilham as dietas que funcionaram com cada uma e contam cada quilo que perdem. A turma troca informações e mostra o que estão comendo. A instrutora passa algumas dicas, mas enfatiza que não prescreve dietas, pois cada uma deve seguir uma dieta feita por um nutricionista para adaptar ao seu organismo e objetivos. “Toda história que elas contam, a superação delas, a vontade é o que me faz bem”, contou Greici.
Superação e foco na balança
A professora de Educação Infantil, Juliana Rodrigues Gonzales, conheceu a modalidade há um ano por indicação de uma amiga e nesse período perdeu 15 quilos. Antes de se mudar para Joinville já tentou fazer caminhadas e musculação algumas vezes, mas não conseguia continuar. “Nunca persistia muito tempo, não era algo que eu gostava. Eu gostava muito de dançar, mas não achava nada que se encaixasse. Quando uma amiga indicou e apresentou a Zumba, que eu ainda não conhecia, eu amei. Desde quando comecei a primeira aula eu não parei mais”, contou Juliana. Também começou a praticar Zumba Toning, que utiliza Toning Sticks, halteres da própria marca Zumba. Nas coreografias, os movimentos são mais localizados para promover a tonificação muscular.
A alimentação de Juliana foi mudando gradativamente. Há seis meses não come mais frituras e não perde o foco nem nos finais de semana. “A própria alimentação você vai se adequando, se acostumando. No começo é bem difícil, nos primeiros vinte dias é bem sacrificante”, comentou. Aos poucos foi cortando alguns itens e substituindo por outros mais saudáveis. Quando sai com o marido, ele fica até preocupado de comer algo diferente dela achando que isso vai desestimulá-la. “Mas já estou acostumada, para mim não é mais algo que me faz falta.”, completou a professora.
Quem convive com Juliana e seus parentes, notaram diferença nela não apenas pelo emagrecimento. No final do ano, viajou para o Mato Grosso do Sul e seus familiares perceberam melhoras na postura, na maneira de andar, na coordenação, no estilo de vida e que estava comendo melhor.

Novas modalidades ganham espaço no mercado e conquistam o público
Ao pisar dentro da academia, o praticante é recepcionado com um aviso estampado no tapete: “Ao entrar esteja disposto a dar o máximo em todos os treinos”. É nesse clima que a aula de Crossfit começa preparando os praticantes para o WOD, Workout of the Day (treino do dia).
O Crossfit surgiu nos Estados Unidos e está ganhando espaço dentro das academias. A modalidade trabalha com movimentos variados de alta intensidade e funcionais, principalmente da ginástica, corrida e remo. Os materiais utilizados são diversificados como cordas, barras, anilhas, canos de PVC e podem ser adaptados para movimentos do cotidiano. A aula tem duração de uma hora, sendo que até 20 minutos são reservados para o momento de mais intensidade do treino.
A modalidade trabalha a resistência cardiovascular e respiratória, resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão. Na musculação o trabalho é mais focado para partes mais específicas do corpo.
Segundo a instrutora e proprietária do Crossfit Joinville, Carla de Oliveira Martins, os mais jovens são o publico que mais procuram, já que a atividade é uma nova tendência, mas qualquer pessoa, independente da idade, pode praticar. A busca também é pela perda de peso. “A maioria quer emagrecer. O que o Crossfit faz é aumentar a qualidade de massa muscular, e aí, com o aumento dessa massa, a gente consegue ter uma grande perda de peso, de massa gorda e acelera bastante o metabolismo.”, explicou Carla.
Alguns alunos relatam que com um mês já conseguem perceber diferença na sua disposição física. Na modalidade, não há níveis separando os atletas, os mais novos treinam junto com os alunos mais experientes. “E é até ideal fazer isso para incentivar o aluno novo. O Crossfit é isso, poder integrar vários tipos de pessoas, de diferentes condicionamentos e idade”, contou Carla.
Os instrutores são treinados por profissionais americanos da própria marca Crossfit. Quando a equipe vem ao Brasil, oferecem treinamentos e provas para formar profissionais habilitados que vão trabalhar com a modalidade no país.
Durante a aula, a instrutora auxilia os alunos em como adaptar um movimento ensinado no treino para alguma atividade do dia a dia. Os exercícios podem ser feitos até em casa. “Tem alunos que treinam na praia e nos mandam o resultado para colocarmos no nosso quadro.”
Ladies Camp: Treinamento de guerra
Outra alternativa de treino funcional é o Ladies Camp. Oferecida exclusivamente pela academia Team Nogueira, a modalidade foi desenvolvida para o público feminino e é baseada em técnicas de circuito e movimentos funcionais do treinamento militar americano.
As atividades não envolvem o contato físico, o que evita lesões causadas e também incentiva a atividade em grupo. A filial joinvilense está há dois anos na cidade e encontra dificuldades para contratar profissionais que tenham um conceito diferente de treino, que quer ensinar valores de caráter e respeito com os adversários junto com o desenvolvimento das habilidades físicas, por isso investe trazendo profissionais do Rio de Janeiro e em formar novos instrutores. Segundo o diretor de marketing Diego Barbosa de Oliveira, o Ladies Camp é uma atividade que promove a amizade, o companheirismo e o trabalho em equipe. “É totalmente motivacional. Uma menina que está vendo outra fazer o exercício fica a motivando. É um trabalho de superação.”, disse Diego.
No fun, no gain!
Há modalidades que viram febre e conseguem manter um público ativo mesmo com o surgimento de novas opções no mercado. Atividades que usam a diversão como base do exercício físico, fugindo do tradicional “no pain, no gain” das academias de musculação. Como é o caso da RPM, da Nova Zelândia, Les Mills, uma atividade realizada em bicicletas que melhora o condicionamento cardiovascular. Uma aula de 45min queima até 900 kcal e pode ser feita quantas vezes na semana que o aluno preferir.
A RPM presente desde a abertura da The Best Academy no Shopping Mueller continua sendo a aula coletiva mais procurada, mesmo depois de 20 anos. É o treino que tem a maior queima calórica oferecida pela academia. De acordo com o coordenador do centro, Patrich Souza, tanto mulheres quanto homens podem praticar e é recomendada até por médicos.
Outras das modalidades muito procuradas também proporcionam grande gasto calórico. Dentro elas estão o Power Jump, Kangoo Jumps, TRX e Body Pump com queima de até 800 kcal por aula.
Patrich afirma que a procura pela musculação é maior quando a temperatura começa subir e as pessoas começam a utilizar menos roupas e se incomodar com detalhes do corpo. Mas, Segundo o coordenador, a concepção de academia está mudando tanto por indicação médica como por ser um assunto cada vez mais falado e divulgado. “Com a modernidade, nós acabamos ficando intactos. O trabalho é mais parado, mais sentado. Cada vez mais, estamos nos movimentando menos. A comodidade está aí, mas, em contrapartida, acaba gerando muitos problemas.”, explicou Patrich.
Os melhores pisos para a sua academia estão aqui!
Nossos pisos para academias trazem beleza, resistência, praticidade e economia. É tudo o que você precisa para a sua academia !

https://www.vedovatipisos.com.bnoticias-artigos/novas-tendencias-de-exercicios-invadem-as-academias/
submitted by Vedovati_Pisos to u/Vedovati_Pisos [link] [comments]


2020.09.29 14:39 x736g Médica enviada para impedir aborto em menina capixaba diz que missão foi institucional

Médica enviada para impedir aborto em menina capixaba diz que missão foi institucional submitted by x736g to brasil [link] [comments]


2020.09.29 13:55 SujeitoOculto Vontade de comer a irmã da minha namorada

Toda vez que vou na casa dela fico reparando na irmã dela, na bunda, nos seios. Fico cheio de tesão.
Tenho vergonha de falar isso pra ela e da reação dela. Já tentei abordar isso indiretamente com sugestões. Já sugeri um ménage, perguntei se ela não teria interesse de transar com outra garota também. Aparentemente ela sente tesão em outras meninas.
Eu cheguei a sugerir um ménage com alguém que ela confiasse então, pessoa próxima e nesse contexto inseri a irmã dela perguntando se ela não faria um ménage comigo e com a irmã dela. Tenho um pouco de receio de ser mais direto em dizer que quero comer a irmã dela.
Quando fiz a sugestão ela não gostou muito. A irmã dela eu acho que sente certa atração e toparia alguma coisa.
Preciso de sugestões.
submitted by SujeitoOculto to sexualidade [link] [comments]


2020.09.29 10:03 williambotter Médica enviada para impedir aborto em menina capixaba diz que missão foi institucional

Médica enviada para impedir aborto em menina capixaba diz que missão foi institucional submitted by williambotter to brasilnoticias [link] [comments]


2020.09.29 08:09 BeingThrowAwayedByMe Tenho 26 anos e ainda sou virgem

Olá, bem vindo ao meu desabafo e meu complexo, onde me sinto um tremendo fracassado. Ser virgem, situação que tanto o tiozão que votou no bonoro até o militante hardcore tiram sarro e acham que isso define seu caráter ou personalidade. Ainda por cima sou homem, então existe uma pressão absurda e machista pra você ser o machão comedor cheio de atitude.
Minha autoestima nem existe, me sinto um nojento, e disseram coisas horríveis pra mim minha vida toda. Minha adolescência foi um desastre e era possível contar nos dedos a quantidade de vezes que tive contato fisico com alguém. Hoje sofro com dismorfia corporal e muito desconforto ao ser tocado pelas pessoas.
Eu ligo pra isso? Pra caralho, principalmente por vivermos numa sociedade hipersexualizada que parece que sexo define tipo 60%+ de uma relação. Eu quero fazer sexo? Provavelmente. Parece uma coisa legal, mas não ligo o suficiente pra ir correr atrás disso. Além disso, teria que ser com alguém que eu gostasse muito, e me sentisse MUITO confortável. Mas parece que nunca vou achar alguém assim. Acima de tudo, queria viver um romancinho, sempre foi meu sonho (só gostar de alguém e ser gostado de volta, mesmo).
Como cheguei até aqui? Da quarta série até o 3 colegial fui totalmente apaixonado numa menina, só pensava nela. Rejeitava todas as outras pessoas que queriam algo comigo e só tinha olhos pra ela. Obviamente eu me achava um ridículo perto dela, nunca tive coragem de falar com ela. Eventualmente ficou óbvio que eu era caidinho nela, e ela falou que gostava de mim. No dia seguinte virei ainda mais piada da classe e ela acabou ficando com outro cara da classe, me faltou "atitude" provavelmente.
Fast Foward, faculdade, e eu ainda não consiguia me sentir um ser humano normal, no meio de tanta gente jovem e bonita eu me sentia um ogro, uma criatura. Acabei fazendo boas amizades com pessoas que me aceitam do jeito que eu sou, e acabei por procurar ajuda também. As coisas melhoraram nos últimos 2 anos, um pouco.
Tive alguns dates no Tinder, mas nada que foi muito pra frente. Eventualmente eu cortava a porra toda por não me sentir suficiente, por ainda me sentir feio e inútil. E ainda por cima, como eu teria coragem de ter intimidade com um contatinho do Tinder?? Seria inviável.
Deu que no fim acabo me apaixonando por alguma amiga próxima. Mas no fim nunca vai pra frente, as vezes que tentei fui rejeitado, e no geral só vejo minha aparencia bizarra como causa disso. É tipo minha adolescência tudo denovo, e eu só me fodendo.
Só duas pessoas no mundo inteiro sabem disso, minha psicóloga e uma amiga minha, que eu contei depois dela fazer uma piadinha sobre virgindade (que acabou intensamente comigo na época).
E bem, continuo aqui sozinho e triste. Sempre acreditei que em algum momento as coisas iam se resolver mas parece que não vai ser bem assim. Solidão é doença.
submitted by BeingThrowAwayedByMe to desabafos [link] [comments]


2020.09.29 05:11 stedile Médica enviada para impedir aborto em menina capixaba diz que missão foi institucional

submitted by stedile to brasil [link] [comments]


2020.09.29 02:54 arrux1 Eu finalmente me reconheci e me aceitei bissexual

Então OPs, demorou quase 22 anos pra ficha cair completamente que eu não sou "hetero flex" "quase hetero" "bi de balada" ou qualquer outra coisa que eu me auto rotulava no passado por medo. Nessa pandemia, depois de passar muito tempo sozinha comigo mesma, eu me peguei pensando em me envolver mais romanticamente com meninas. Fumei um beck, comecei a viajar e a epifania veio: eu tinha dúvidas pela minha sexualidade no passado, não porque eu era hetero e fiquei "curiosa", mas porque sempre fui bissexual, me reprimia muito e me forçava numa caixa que nunca coube em mim.
"Sou hetero tenho certeza disso"
Eu vim de uma familia cristã muito conservadora, e desde criança eu já não era uma menina que perfomava 100% a feminilidade... ao mesmo tempo que gostava de barbie, também gostava de hotwheels, bolinha de gude, CDZ e várias outras coisas que se diziam de meninos. Gostava muito de andar entre os meninos, mas ao mesmo tempo gostava muito de ballet... Porém, justamente por ser criada ouvindo de todos os lados que homossexualidade era doença e com medo de ser espancada pelo meu pai homofóbico, eu imbuti na minha cabeça que eu era hetero e não podia ser mais nada além daquilo.
"Sou hetero... né?"
O tempo passou e comecei a ter meu primeiro contato com a pornografia aos 11 anos de idade e eu só pesquisava por corpos femininos. Na verdade até tinha um pouco de dificuldade de me sentir atraída pelo corpo masculino nessa época. Ao mesmo tempo, comecei a performar mais masculinidade no ensino fundamental e minha mãe começou a perceber e começar a tentar me repreender, me comprava varias sapatilhas e vestidos, me perguntava incessantemente se eu não estava interessada em alguma amiguinha do colégio... eu ficava me perguntando o pq daquilo... já que eu era hetero, não era?
"Gosto de meninas e meninos, mas sou hetero"
Meus primeiros crushs adolescentes eram todos homens gays efeminados ou homens que não tinham a virilidade muito marcada/não perfomavam masculinidade e tinha traços mais delicados (isso é um padrão de atração meu até hoje). Até que aos 13 anos me apaixonei por uma menina que perfomava masculinidade. Quase ninguem sabia daquilo além de uma amiga minha... posteriormente minhas "paixonites" por meninas começaram a ficar mais recorrentes, mas deixava isso de lado, era só uma fantasia da minha cabeça... era mais confortável pra mim pensar assim... lembro de um diálogo com uma amiga minha "eu não experimento pq e se eu acabar gostando? O que eu faço?"
"Acho que sou hetero"
Dos 14 aos 17 anos, namorei dois meninos diferentes (em tempos diferente, rs), porém passei a considerar nesse meio tempo que talvez fosse legal beijar outras meninas também... não que eu não fosse hetero, mas só pra experimentar...
"Sou quase hetero"
Comecei a beijar meninas pela primeira vez durante a universidade, só para matar a curiosidade...
"Assim, hetero hetero msm eu não sou não"
Meus "beijos de festa" com meninas ficaram cada vez mais frequentes, mas tinha muito medo de desenrolar qualquer flerte ou relacionamento mais profundo... mas medo de que? Você não era hete... mas peraí, heteros não beijam pessoas do mesmo sexo, heteros não se atraem sexualmente por pessoas do mesmo sexo... eu sou bi? Não pode ser...
"Acho que sou bi"
Sinto falta me relacionar mais romanticamente com outras mulheres. Aliás, se a sociedade não tivesse todos esse preconceito e se eu nascesse numa família mais liberal, eu tenho certeza que eu já teria apresentado algumas namoradas pra minha família...
"CARALHO PUTA QUE PARIU EU SOU BI E AGORA PORRA"
É como eu me sinto nesse momento. Queria mostrar nesse relato que isso nunca e jamais foi uma escolha minha. Talvez possa ter sido uma escolha performar minha sexualidade na sociedade, mas o impulso sexual e romantico sempre esteve lá, nunca foi uma escolha. Se eu pudesse escolher, nunca teria atração em outras mulheres com a família que eu tenho. Meus amigos sempre me aceitaram, mas morro de medo da rejeição dos meus pais, principalmente do meu pai. Ainda tenho muito medo de tudo, principalmente de ser espancada por ele. Acho que vou demorar muitos anos antes de contar isso pra minha família. Enfim, eu me sinto feliz em ter finalmente me entendido, mas ao mesmo tempo chorei muito pq me toquei o quanto fui dura comigo mesma nesse tempo todo.
submitted by arrux1 to desabafos [link] [comments]


2020.09.29 01:43 cerisedinosaur gosto de me replanejar todos os dias

eu tenho um ritual todo dia meia noite, ou logo depois de eu sair de um bom banho, isso há alguns anos
toda vez eu me espelho em traços que eu considero positivos de pessoas que eu admiro (sejam famosos que eu sigo ou conhecidos meus que eu gosto) e faço como se fosse uma """"lavagem cerebral"""""" em mim mesma pra adquirir essas características
por exemplo, se na escola eu conheço uma menina e acho ela legal e bonita, eu pego traços dela que eu notei (às vezes alguns que eu crio ou imagino que ela tenha) e começo a imitar
isso não chega a me atrapalhar na minha vida, mas queria saber se mais alguém faz isso??? mdnskdnskdjkd creio que não
eu mudo pequenas coisas, tipo, o tom de voz que eu falo, minha postura, algumas gírias, forma de vestir e até pequenos hábitos, como mascar chiclete se ela o faz, ou imitar alguns gestos
meu objetivo é sempre parecer o máximo com ela, porque isso me dá um sentimento muito bom e eu não sei explicar, me sinto viva e enérgica "sendo" outra pessoa
acho que eu tô retardada da cabeça
submitted by cerisedinosaur to desabafos [link] [comments]


2020.09.29 01:04 Spare-Ingenuity5254 tinder

Hoje em dia a sinceridade estar cada vez mais rara, talvez devido ao ciclo de ódio e frieza que estar ocorrendo nesse país. Eu decepcionei com esses aplicativos de relacionamentos, a gente quer conhecer as minas e levar pra comer um lanche, mas quando pensamos que o que elas falam é super sincero na verdade nem é. Tipo,, sou bastante atencioso e sempre pergunto quando estar acabando a conversa se a menina estar gostando, ela disse que sim. Mas a sensação é de um lixo, pois eu percebi que a cara dela era de cansada, ao menos ela nem foi falsa rsrs, entanto ela totalmente mentiu. O fato é que não se sabe se quem é realmente sincero estar falando a verdade.
submitted by Spare-Ingenuity5254 to desabafos [link] [comments]


2020.09.28 23:04 Elephant-Future Medo de namorar, frustração, o q outros vão pensar. Etc.

Gente preciso da ajuda de vcs. Tem uma menina e nós já nos conhecemos há um ano, e sempre que a gnt consegue se ver a gnt não perde tempo, nos beijamos, transamos e afins. Gostamos da companhia um do outro, porém eu tenho uma insegurança em querer seguir um relacionamento (medo de namorar, ou o q outros irão pensar). Sempre que podemos a gnt conversa sobre isso e é uma coisa que ela quer muito e eu também venho pensando bastante rs. Ela já namorou e no meu caso seria meu primeiro namoro. O beijo, o sexo entre a gnt é muito bom, mas para se construir uma relação é necessário mais q isso.
Não é uma coisa tão urgente assim (pra mim é), é um desabafo de um jovem frustrado kkk, ñ sei se é a palavra certa, só quero saber a opinião de vcs, slá. Me ajudem!
submitted by Elephant-Future to desabafos [link] [comments]


2020.09.28 15:52 Richard_Becker Contexto: Eu tava jogando em um server de minecraft e enconteri duas garotas que se diziam lésbicas, e uma delas queria namorar alguma menina, então elas começaram a 'namorar' e criaram essa pérola kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Contexto: Eu tava jogando em um server de minecraft e enconteri duas garotas que se diziam lésbicas, e uma delas queria namorar alguma menina, então elas começaram a 'namorar' e criaram essa pérola kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk submitted by Richard_Becker to u/Richard_Becker [link] [comments]


2020.09.28 12:13 ltarifa Relacionamento com alguém depressivo

Gente, nunca fiz isso antes. É minha primeira vez usando o Reddit, mas eu realmente preciso conversar sobre algo que ninguém próximo a mim poderá me ajudar. Eu namoro uma menina pela qual sou muito apaixonado e que tem depressão. Estou longe dela a 7 meses já por conta da quarentena. No começo do isolamento conversávamos muito, toda hora, ela me ligava e gastavamos horas conversando. Ela nunca teve problema em dizer que me ama e demonstrar afeto. Mas, recentemente, ela tem se tornado fria comigo. Monosilabica. Demonstra muito pouco ou quase nada do afeto que não tinha problema em demonstrar antes.
Quando pergunto se ele cansou de nós ela me diz que não. Quando pergunto se ela quer terminar ela diz que não. Diz que só não está num bom momento pra conversar. Eu pesquisei muito sobre depressão e li muitos relatos. Mas só conheço ela que sofre disso e no momento ela não está muito disposta a me esclarecer sobre essas coisas, o que eu respeito por entender que é difícil.
Mas acontece que, emburra eu não tenha depressão, não sou alguém muito seguro de mim. E ver ela online o dia todo no wpp sem falar comigo me machuca de um jeito que não sei controlar.
Vocês já estiveram num relacionamento no qual houvesse depressão? Foi difícil pra vocês também? Vocês passaram por esse tipo de coisa? Já tem várias noites que eu estou tendo problemas pra dormir por conta disso. Rolo por horas, ansioso, na cama, pensando merda antes de dormir. Só gostaria de conversar mesmo. Obrigado!
submitted by ltarifa to desabafos [link] [comments]


2020.09.28 08:35 DiabelAtreyu Não me identifico?!

Nunca conheci ninguém como eu. Não me encaixo em lugar nenhum, quero dizer, em homem nem mulher.
É bizarro. As pessoas olham pra mim e ficam na dúvida eterna, não sabem se me chamam de ele ou ela, sempre foi assim. Não sei se parei no tempo ou se é meu jeito que inspira isso. Talvez menos, porque agora estou enorme de gordo.
Desde pivete, as crianças me chamavam de sapatao (???), bichinha (???), esquisito e por aí vai. Nunca tive interesse em ninguém.
Namorei um cara por 8 meses, foi um inferno. Ele queria forçar o coito de todo jeito, fazia chantagem emocional, essas coisas. Era tão bichinha quanto eu, mas mesmo assim eu conseguia subjugar ele, no braço. Passei 7 meses tentando terminar, mas me livrei do embuste. Eu não gostava dele, era pressão psicológica da família. Ele era meu amigo, mas estragou isso.
Namorei uma mulher que, até me conhecer, era super bem resolvida. Lésbica. Causei o inferno na cabeça dela, porque a coitada não aceitava que poderia gostar de mim ou manter uma relação que não fosse com mulheres, ainda mais com alguém mais novo. Fizemos 1 ano de namoro, me vejo casando com ela no futuro próximo mas, ainda assim, trânsito entre os gêneros.
Se eu visto roupa de homem, fico parecendo uma menina com as roupas do pai. Se visto roupa de mulher fico, nas palavras da minha morena, um menino travesti desengonçado.
Isso aliado ao fato que não sinto atração sexual, minhas partes baixas são praticamente mortas. Não, não é problema de saúde. É como se tivesse um banquete, mas eu não tenho fome (e como do mesmo jeito, até passar mal, porque amo demais essa mulher pqp).
É isso. Só queria falar em algum lugar que pudesse achar alguém como eu. Obrigado.
submitted by DiabelAtreyu to arco_iris [link] [comments]


2020.09.28 06:35 henzosb Minha namorada terminou comigo e tem sido foda

Tá, vamos lá Namorava a dois anos, e a menina era muito especial pra mim. A pandemia veio e ela decidiu passar com a família dela, longe de onde eu moro. O namoro foi ficando cada vez mais merda, a comunicação foi ficando um lixo. As duas vezes que a gente se viu durante a pandemia foi legal, mas não era bom como nosso namoro era.
Nos últimos dois meses eu comecei a ficar inseguro afu, achando que ela ia terminar comigo. Acontece que ela realmente tava pensando em terminar.
Sábado ela me ligou, e começou com "não tem jeito fácil de dizer isso". Bom, na hora eu chorei um tanto, mas a gente seguiu a chamada, conversamos e chegamos num término maduro.
Mas no sábado de noite foi bem foda de dormir, não tava conseguindo, não parava de pensar. Dormi umas 4h nessa noite. Domingo fiquei umas 2h na cama, não sentia vontade de sair da cama. Tava buscando determinação pra levantar e começar o dia bem. Quando ela me mandou uma mensagem, eu desabei.
Segui a vida. Passei o dia distraído, conversava com ela mas tava de boa. As vezes lembrava de que terminamos e me sentia mal. Só que chegou agora, na hora de dormir, e ficou foda. Tô a uma hora e meia tentando dormir, acabei levantando e não paro de chorar.
Me machuca muito porque eu tô muito afetado, e parece que pra ela não teve essa mudança, sabe? Sei que é bem recente, mas puta que pariu, tá sendo muito difícil. Acho que eu não queria que terminasse assim.
submitted by henzosb to desabafos [link] [comments]


2020.09.28 04:15 programeralone Exigente demais ou estou com razão ?

Eu namoro uma menina que fica o dia inteiro no celular e vendo tv, ela não faz absolutamente nada ! Sério mesmo, nada ! Não vê uma coisa produtiva, não lê uma matéria interessante, não se interessa por nada nessa vida e eu sinto que não estou na mesma sintonia que ela, eu amo ela demais mas às vezes penso em terminar por causa disso. Não dá pra ter uma conversa produtiva com ela, ela só leva conversa pra frente se for besteira. Se trata de faculdade, política, algo interessante ela é super seca. Enquanto eu estudo que nem um condenado dia inteiro e fico querendo fazer bico pra ganhar um dinheiro pra sair com ela, fico fazendo as coisas pra buscar uma vida melhor pra mim e pra minha parceira, ela fica apenas no celular online o dia inteiro no facebook, twitter e instagram. Não sei o que eu faço, sinceramente.
submitted by programeralone to desabafos [link] [comments]


2020.09.28 03:03 RocMo91 Rachel Genofre

Na Wiki do caso Evandro, aparece na parte das "crianças desaparecidas" o caso da Rachel Genofre, a menina que foi encontrada morta em uma mala em Curitiba. Nessa época o caso dela, ainda estava sem solução, mas o ano passado seu assassino foi encontrado.
Enfim, o que me deixa a dúvida é o que esse caso, de 2008, tem a ver com o caso Evandro
https://www.correiodopovo.com.bnot%C3%ADcias/pol%C3%ADcia/caso-rachel-genofre-identificado-assassino-ap%C3%B3s-11-anos-de-investiga%C3%A7%C3%A3o-no-paran%C3%A1-1.366982
submitted by RocMo91 to ProjetoHumanos [link] [comments]


2020.09.28 02:48 Informal-Violinist-2 Medo de chamar ela e receber um não

Oi, eu to com um problema e vim aqui desabafar e, quem sabe, ter alguma direção sobre isso.
Eu sou apaixonado em uma menina que trabalha no mercado próximo ao da minha casa. Eu vou ao mercado praticamente todos os dias e sempre eu vejo que ela está lá. A gente sempre tem uma troca de olhares mas eu não sei se ela tem algum interesse ou não, não consegui identificar isso nela. Certo dia eu tinha mandado um -Oi- no messenger do facebook, ela nem fez questão de visualizar, e semana passada eu havia bebido um pouco e mandei isso pra ela: - Nossa cagou pra mim - e ela respondeu: - Oi - e depois eu mandei: - Nossa KKKKK - e acabou aí, ela visualizou e eu não dei continuidade. Hoje bateu uma bad foda aqui, sozinho e sem falar com ninguém, vendo séries o dia inteiro, então pensei em chamar ela novamente, mas tenho medo dela só cagar pra mim novamente e o pior é ir no mercado quase todos os dias e ela estar lá, me ver e rir da minha cara. Eu precisava desabafar isso e gostaria de pedir a opinião de alguém que queira comentar. Vale apena tentar continuar a conversa? Como eu disse, não sei se ela tem interesse, mas eu sei que ela me observa quando vou ao trabalho dela.
submitted by Informal-Violinist-2 to desabafos [link] [comments]


2020.09.28 00:42 shuffler_bot Pensamentos de um banho

No meio de um banho, pensando na vida, percebi que eu nunca tive amigas, apenas amigos. Relembrando desde meu ensino fundamental notei que minha relação com meninas não passava de "colega", não sei explicar a causa mas é como se eu me interessasse mais pelos meninos em todos os aspectos. H, 20 ps: não sei como me sinto a respeito disso
submitted by shuffler_bot to desabafos [link] [comments]


2020.09.27 21:19 Marlinore Aquele do sonho

Olá Turma, Editores, Inscritos, Convidado, Luba, Luna, Lucas, Família Tradicional Brasileira, Chegay. Hoje vou falar de um sonho estranho que tive, senta que lá vem história. Sotaque nordestino por favor, sou nordestina.
O meu sonho até onde eu me lembro começa com um orfanato americano no meio da floresta defronte a um lago, parecia ser os anos 30 pq tinham crianças órfãs com roupas antigas e a decoração parecia antiga, mas de repente apareceu um letreiro como o título " A menina que roubava livros"(na época que tive esse sonho, estava lendo o livro) e apareceu uma garota alemã loira com fitas vermelhas no cabelo dentro do orfanato com um livro na mão, no orfanato tinha uma criança pequena com uma deformação no rosto igual ao personagem August de Extraordinário. Os dois eram amigos e tinha nesse orfanato um grupo de valentões e esses meninos sempre brigavam como o August, mas um dos Valentões gostava da garota alemã, então para conseguir conquistar a garota alemã ele se fez de vítima como se tivessem o deixado a beira da morte e culpou o August, a garota alemã não pensou duas vezes trancou a porta do orfanato e bateu no August com um livro, ela bateu tão forte que August bateu a cabeça na porta de vidro e a cabeça sangrou. Ela saiu correndo pela porta dos fundos e foi para o quintal onde tinha um carro da polícia, um policial, Luba vestido daquela personagem de tranças amarelas que ele se vestia no início do canal, a dona do orfanato e um outro cara. Parecia que Luba e este cara estavam fingindo ser um casal hétero e iriam adotar uma criança, mas a dona do orfanato disse não e Luba começou a gritar dizendo que era mãe solteira e essas coisas de mãe solteira tipo: tenho que ter prioridade para adotar uma criança pq sou mãe solteira. O policial se irritou entrou dentro do carro e foi atrás dos dois (Luba e o Cara), mas tinha um lago em frente a esse orfanato e os dois correram para dentro do lago pulando como uma bailarina e passando a música Cant help falling in Love de fundo e o carro da polícia boiando tentando ir atrás deles bem devagar em pleno por do sol perto de um playground alagado, não sei o que aconteceu com a menina e o menino pq acordei na hora. Esse foi meu sonho bizarro bjs.
submitted by Marlinore to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.27 19:34 kitshapiro Lasers, jogos mortais e palhaços.

Caso não tenha entendido, sim, a história é de um sonho.
Olá, ser humano, animal ou planta lendo/vendo isso. Vou direto pra história pq ela é comprida.

Eu estava em uma viagem (escolar??) para passarem lasers no grupo (????????)
Era um lugar aberto, meio azul. Mais pra frente nesse lugar tinha um balde enorme. O balde gigante vira e derrama uma gosma estranha em todo mundo (tipo slime da nickelodeon só que transparente) pra nós passarmos nos lasers.
O instrutor fala "Então, vai vir um cara aqui explicar como vai acontecer". Antes de ele ir embora, ele me segurou que nem um gato (explicações abaixo).
Um cara com uma roupinha de Deus do Olimpo por cima da camiseta branca e calça jeans chega pra passar as orientações.
Pessoas que eu conheço estavam sentadas em circulo. Ele nos falou as regras do jogo: entrar em celas vazias em duplas, ficar descendo e subindo escadas para alternar de andar e coletar coisinhas (tipo dark deception, mas não era).
Ele disse: "Que os jogos comecem!" e todo mundo começou a correr desesperado pras celas.
Eu não tinha dupla, mas de repente, uma menina que conheço me puxou pro braço e me levou correndo. (Ela não tava lá antes)
Depois de alguns segundos, não era mais a essa menina, era uma amiga minha.
Começamos a descer e subir as escadas lá, até que quando estávamos na última, duas meninas que não gostavam de mim na escola (vou chamá-las de Valentinas) começaram a jogar bexigas coloridas na nossa cela, o que nos impediu de sair e/ou entrar.
Ficamos pegando e tacando os balões pra fora e conseguimos sair.
Fomos pra outra direção, pra falar com um policial.
Lá tinham vários policiais parados com um guarda-chuva na mão (nem tava chovendo).
Minha amiga falou "Solta um ladrão" e um policial foi. Eu escolhi o ladrão e ele foi solto.
Depois de eu entrar em uma cela (sozinha, todo mundo tinha entrado na maior, incluindo as Valentinas) o ladrão virou um palhaço de salada (Jajá explico) e eu quase não consegui fechar minha cela.
Um segundo depois fechei e o palhaço-ladrão foi embora dizendo: "naahh" (?????kkjjjjj)
Acordei sentindo a grade em meus dedos.
Explicaçõezinhas:
• Tinham aproximadamente 50 duplas que ficavam gritando e morrendo no fundo.
• Quando o cara lá falou "Que os jogos comecem!" Todo mundo trocou de roupa pra umas parecidas com a do musical "Six" (socorrokkkdjjsjd)
• Aparentemente os policiais só serviam para soltar ladrões.
• As coisinhas que tínhamos que coletar eram notas de dinheiro.
• Descobri isso vendo o Status do jogo (aparentemente era um jogo, mas eu tava lá real)
• O palhaço-salada-ladrão era assim: um cara baixo, com a cara pintada de branco, um sorriso amarelo meio demoníaco, o nariz era um TOMATE e o cabelinho era ALFACE. E ele tinha um mini chapéu roxo. Não que importe muito, mas eu achei bonitinho.

Depois dessa história, fica uma pergunta: será que depois que as pessoas viraram outras, eu era eu mesma?
Sinceramente,
sofinhagaymepleis
submitted by kitshapiro to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.27 18:34 Rafael_Cabral_Bastos A descoberta pessoal

Olá meninas desse fórum maravilhoso sobre trans, alguns dias atras eu tinha me afirmado como homem mesmo, porém ontem após uma crise forte de ansiedade, conversei com minha psicologa, e chegamos a um ponto...
Primeiro, eu Me sinto desconfortavel sendo homem, primeiro por conta dos pelos, segundo por causa das sensações físicas de ser um homem, que essas sensações causam minha ansiedade.
Claro que existe sim uma possibilidade de eu não ser trans... Mas na conclusão que eu tirei de ontem na conversa foi que eu queria experimentar ser do outro lado e ver se eu gosto, não curto saia mas se eu fosse menina eu utilizaria roupas meio "muleka"(kkkkk) e acredito que manteria a atração por mulheres portanto eu seria uma Trans Lésbica.
Só que não posso assumir essa identidade por varios motivos, entre eles: Moro com meus pais e minha mãe disse que custaria aceitar, tenho medo de ser perseguido por outras pessoas, Tenho uma relação especial com Deus e eu tenho medo de isso ser um pecado, e tenho medo de não ser aceito no mercado de trabalho, a média de vida que eu vi me assusta...
Tudo que li e vi me faz ficar numa espécie de Surdina, eu cheguei a uma conclusão que quero assumir isso após eu ter todas as condições pra isso( uma casa, posso fazer o que gosto e amo e etc...).
Só que eu também tenho medo de entrar em relacionamento enquanto estou assumindo essa figura masculina, mudar e minha parceira não gostar...
Conclusão que tiro desse papo: Vida complicada ein?
Porém quero saber quantos se identificam com esse relato, e os que ja passaram por isso, como conseguiram vencer? Bjs, vcs são guerreirxs!
submitted by Rafael_Cabral_Bastos to transbr [link] [comments]


Desenhos de meninas - YouTube Autismo em Meninas - YouTube show de meninas - YouTube Tocando em frente - MENINAS CANTORAS DE PETRÓPOLIS - YouTube Fran para meninas - YouTube Vídeos para meninas - YouTube

Biel ainda pensa em Duda: 'Procuro ela em todas as meninas ...

  1. Desenhos de meninas - YouTube
  2. Autismo em Meninas - YouTube
  3. show de meninas - YouTube
  4. Tocando em frente - MENINAS CANTORAS DE PETRÓPOLIS - YouTube
  5. Fran para meninas - YouTube
  6. Vídeos para meninas - YouTube
  7. meninas dançando funk - YouTube
  8. 10 COISAS QUE MENINAS GOSTAM EM MENINOS - YouTube
  9. Meninas Pattaya Salão de massagem - YouTube
  10. Desafio da piscina ( meninas em ação ) - YouTube

Pattaya Massage Parlor Choosing Girls Oi gente bem seja bem vindo ao canal StyleHaul Mundo kids Brasil , bem aqui você terá moda,beleza vlogs,tutoriais e muito mais espero que gostem..... Um dos canais família mais queridos do youtube Brasil apresentado por Fran com participações da Bel, Nina e Produção! Referência em criatividade e originalid... No vídeo de hoje listamos 10 coisas que às meninas gostam nos meninos. Não esqueçam de deixar seu like, se inscrever, e ativar às notificações. Até a próxima... Bem vindo ao nosso novo canal para meninas! Criamos os melhores vídeos com a boneca Barbie em Português! Vamos nos divertir muito com as bonecas Barbie, Lady... Show de meninas: um beijão a todos... gente esse e minha caixa postal , aguardo suas cartinhas e responderei a todos um beijão do show de meninas caixa posta... 🎁 Baixe GRÁTIS nosso eBook 'Manual Sobre o Autismo': http://bit.ly/Manual-Sobre-O-Autismo As meninas com TEA tendem a mascarar mais os sintomas do que os men... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. #meninascantorasdepetropolis As Meninas Cantoras de Petrópolis interpretam TOCANDO EM FRENTE (Almir Satter e Renato Teixeira), nos Jardins do Palácio de Cris... YouTube Juliana Gorito Jhennifer Pereira com vcs Júlia Gorito